Em Sertaneja, mais um ASSALTO a mão armada e prisão em flagrante de TRAFICANTE

Nos últimos dias, novas ações criminosas foram registradas em Sertaneja, infelizmente mais um ROUBO A MÃO ARMADA ocorreu e foi registrado em uma residência da sede urbana, mas em contra partida, mais um TRAFICANTE DE DROGAS foi detido e retirado de circulação. Nos últimos cinco (05) dias, em virtude das festividades comemorativas realizadas na cidade, foi constatado a presença e a permanência de milhares de pessoas, entre elas profissionais de diversos setores, amigos, convidados  e familiares dos residentes, pessoas civilizadas que vieram prestigiar o evento e não poderia faltar, os infratores e os delinquentes. Com o aumento presencial de pessoas e consequentemente de veículos na cidade, foi necessário o aumento efetivo do policiamento, para atuar na manutenção da ordem e da paz, bem como zelar pelo bem estar, segurança pessoal e patrimonial, e proteger a integridade física e a vida das pessoas presentes. Porém mesmo com o reforço no policiamento, a audácia associada a frágil legislação penal, somada com as brechas da lei, fazem com que pessoas adeptas e simpatizantes do CRIME, pratiquem atos delituosos contra pessoas e famílias do bem. 

VAMOS AOS FATOS

(1) – No início da madrugada da última sexta feira, dia 15 de Dezembro, policiais militares durante o patrulhamento ostensivo, foram comunicados pela central de comunicação PM com sede em Cornélio Procópio, que estava em andamento um crime de ROUBO (Crime do Artigo 157 de CP) em uma determinada residência da cidade. Segundo o que foi comunicado, participaram da ação criminosa três (3) indivíduos encapuzados e armados com arma de fogo, que supostamente invadiram essa residência para a pratica do roubo. O fato aconteceu quando a moradora se encontrava na varanda da residência, momento que foi surpreendida por três (3) jovens aparentemente novos, todos com o rosto encoberto por capuzes, o qual um deles lhe apontou uma arma na altura da cabeça, forçando-a sua entrada na residência sob fortes ameaças de morte. Com a invasão dos delinquentes, o segundo integrante da família que estava no interior também foi surpreendido e rendido pelo trio criminoso, sendo forçados a dizerem aonde estava o dinheiro que possivelmente portavam. Segundo o casal e vitimas, foi roubado pelos criminosos uma certa quantia em dinheiro, uma corrente em ouro, e alguns aparelhos de celulares, porém após recolherem os objetos que interessavam, os marginais exigiram a chave do veículo que estava na garagem, pois desejariam também rouba-lo e utiliza-lo para fuga. Devido o clima tenso a chave do automóvel não foi localizada pelas vitimas, que apavorados perderam a noção de onde estaria a chave de ignição, não entregando ao trio criminoso. Ao perceberem que já estavam no local por algum tempo, optaram em fugir com os objetos  roubados tomando rumo desconhecido pelas vitimas. Com a fuga dos autores, o casal ainda muito assustados e com medo, acionou uma terceira pessoa da família comunicando o fato e pedindo ajuda. De imediato o ocorrido foi comunicado as equipes policiais, que rapidamente deslocaram para o endereço mencionado fazendo o atendimento e tomando providências. Com as informações repassadas, foi realizado buscas e averiguações por toda região, pessoas, veículos e locais suspeitos foram abordados e vasculhados, mas ninguém com as características relatadas foi localizado ou encontrado pelos agentes. Os agentes policiais permaneceram em alerta e realizaram dezenas de abordagens durante a movimentada madrugada, o movimento de pessoas e veículos foi tenso em virtude do evento que acontecia na cidade, dificultando a missão para as equipes policiais empenhadas no atendimento. Não havendo exito em localizar, identificar e prender os autores do crime, o fato foi registrado e encaminhado para a autoridade policial para novas providências, sendo informado pelos agentes policiais que prosseguem diligencias no intuito de identificar e prender o trio criminoso. 

(2) – No mesmo dia, sexta feira dia 15 de Dezembro, enquanto um trio de pessoas criminosas atacavam e agiam roubando residências, outros delinquentes aproveitavam a grande aglomeração de pessoas no parque de festas municipal, para futurar um extra, fazendo girar a roda do TRÁFICO DE ENTORPECENTES, (Crime do Artigo 33 da Lei Federal nº 11.343/06), núcleo do desafio social e da segurança pública brasileira. Durante o policiamento ostensivo aplicado e realizado no interior do PARQUE DE FESTAS DE SERTANEJA, evento referente as festividades do 65º aniversário de emancipação politica do município, policiais militares foram comunicados mediante denuncia, que havia um forte movimento estranho ligado a um possível consumo e trafico de drogas (MACONHA e COCAÍNA) nas proximidades do banheiro masculino. Com a informação, os agentes policiais se mantiveram atentos ao movimento dos elementos suspeitos para confirmar a pratica da infração. Durante a averiguação, os agentes notaram quando um jovem conhecido do meio policial notou a aproximação dos policiais tentando sair em fuga, sendo este abordado e contido durante sua caminhada acelerada ainda ao meio do povo. Com o suspeito abordado, foi realizado uma busca pessoal sendo encontrado em posse do mesmo, seis (06) porções de substância entorpecente popularmente conhecida como MACONHA, além de uma certa quantia em dinheiro em cédulas de pequeno valor, caracterizando sua comercialização, uma das práticas que se enquadra no crime de natureza hediondo.  Durante sua abordagem, mesmo contido pelos agentes policiais o detido tentou novamente fugir, sendo necessário o uso de força policial para conte-lo, uma vez que flagrado com as substâncias ilícitas, o indivíduo estaria detido e sob custódia da polícia para encaminhamento e providências.  Segundo informações preliminares, o detido preso em posse do entorpecente, possui algumas passagens pela policia por infrações penais cometidas anteriormente, denuncias que estão sendo apuradas e diligenciadas, apresenta o mesmo como um dos envolvidos em uma ação criminosa a qual envolve uma arma de fogo em dias anteriores, porém o fato está sendo investigado, se comprovado sua autoria e/ou participação pela policia, o fato será oficialmente comunicado ao ministério público e poder judiciário da comarca para providências. Com o delinquente detido, os policiais conduziram o mesmo junto a droga apreendida a autoridade policial competente, onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante pelos crimes de TRAFICO DE ENTORPECENTE e RESISTÊNCIA A AÇÃO POLICIAL, permanecendo o infrator preso e a disposição da justiça. 

A redação do SERTANEJANEWS dialogou com alguns profissionais da área da segurança pública, onde recebeu informações consistentes da atuação da policia. Os profissionais disseram que em virtude das festividades comemorativas e de final de ano, é comum o aumento populacional da cidade, assim como o aumento do tráfego de veículos automotores. Para o comercio e para as famílias, essa ocasião é positiva, festiva, alegre e importante, mas para a força policial é sinal de riscos, perigos e problemas. Porém os agentes disseram que sabendo disso, os policiais atuam de forma diferente, passam e observar com mais atenção os movimentos, deslocamentos e os eventos realizados, praticam mais abordagens pessoais e veiculares e realizam ações e operações policiais com mais rigor. Disseram também que é muito importante a colaboração e a participação das pessoas no trabalho policial e na segurança publica como num todo, eles enfatizaram dizendo que só foi possível a PRISÃO de mais um traficante de drogas na cidade, em virtude da denuncia realizada anteriormente, pois se a POLICIA é os olhos da justiça nas ruas, o POVO é os olhos da policia nas ruas, e sem interagir, sem auxiliar e sem se comprometer com os trabalhos oferecidos pelo Estado não há eficiência e bons resultados principalmente na combate a criminalidade, tarefa da SEGURANÇA PÚBLICA. Eles ainda disseram saber que devem oferecer um bom trabalho e com eficiência, mas fazem que o está ao alcance e o que é possível, atuam de olho nas atribuições fixadas pela constituição federal, na legislação imposta pelo código penal e código de processo penal, e com aquilo que é fornecido pelo poderes constituídos, sem contar que estão sempre na mira dos profissionais jurídicos como, (advogados, promotores e juízes), dos órgãos de imprensa e da população. Nos dias atuais, atuar na área policial é muito complicado, difícil perigoso e exigente, o bombardeio de cobranças vem por todos os lados, mas os agentes policiais ficam a deriva como a população. De um lado o PODER DO ESTADO e seus agentes, do outro lado a CRIMINALIDADE e seus agentes, e no meio como alvo a POLICIA e o POVO. Foi relatado e debatido que cabe aos policiais prender e retirar de circulação, mas no país só permanecem infratores PRESOS em regime fechado, quando flagrados na prática de ações criminosas quando o crime é de natureza grave, classificado na categoria dos CRIMES HEDIONDOS, mesmo assim se o condenado for favorecido e privilegiado de boa condição financeira, de influências advocatícia  e/ou politica, ele cumprirá pouco tempo no regime fechado e será tão logo beneficiado de progressão de pena associada a penas alternativas privativas de liberdade como PRISÃO DOMICILIAR e o uso de TORNOZELEIRA ELETRÔNICA que não é monitorado pela policia como muitos imaginam e pensam. Já esta mais do que provado que, esses métodos não inibem o condenado a praticar e/ou participar de novas ações do crime, vários delitos são planejados, coordenados e cometidos por esses profissionais e graduados da destruição. Também a falta do conhecimento da legislação e da cultura jurídica vigente pela maioria da população, faz com que a imagem e a sensação de impunidade seja depositada somente na conta do policiamento, (A POLICIA PRENDE E A JUSTIÇA SOLTA), mas fica a sensação que a falha foi policial, que atendeu mal a ocorrência e não apresentou provas válidas e convincentes. Os profissionais finalizaram dizendo que fazem e continuarão fazendo o que for possível para defender o povo, bem como seus bens materiais e aquisições de valores, mas lembraram que a policia nos dias atuais trabalha no limite de sua atuação, e que somente fazem e farão o que esta previsto em lei. 

EDIÇÃO: SertanejaNews.com

Matérias Relacionadas

No Comments

Leave a Comment