PM Ambiental Paranagí faz novas apreensões nos Rios da região

Durante o último final de semana, policiais militares ambientais lotados no posto ambiental do Paranagí, realizaram patrulhamento aquático afim de combater crimes contra a FAUNA e a FLORA na região. A ação ocorreu nas proximidades da cidade de 1º de Maio e Rancho Alegre no leito do Rio Tibagi, os agentes ambientais conseguiram realizar mais uma grande apreensão de redes de pesca, artefato proibido para a realização da pesca na região. Durante o recolhimento do objeto ilícito foi constatado quase 1 Km de extensão de rede, mais precisamente foram 900 metros de rede com malhas de diversas espessuras, entre elas malhas de 120, 220 e 260 milímetros, resultando na captura de diversas espécies e de vários tamanhos. Mais uma vez, não foi possível identificar o proprietário do material  apreendido, porém os agentes disseram que investigações continuam e em breve eles serão indiciados ou presos em flagrante. Os policiais informaram que os patrulhamentos aquáticos são realizados com frequência nos rios e encostas da região norte parananense, que essas ações visam não somente a fiscalização da pesa ilegal, mas também o combate de outros crimes como (FURTOS, ROUBOS, CAÇAS E TRÁFICO DE ANIMAIS SILVESTRES, PORTE E POSSE ILEGAIS DE ARMAS DE FOGO, DESMATAMENTOS ILEGAIS, INVASÕES DE TERRAS E ENCOSTAS e outros). Os agentes ambientais orientaram que as comunidades regionais podem e devem adquirir mais conhecimento da lei ambiental, para isso devem pesquisar, se informar e entender melhor toda a LEGISLAÇÃO AMBIENTAL, e estas informações podem ser adquiridas na lei abaixo que está disponível na internet.

LEI Nº 9.605 DE 12 DE FEVEREIRO DE 1998 – (CRIMES AMBIENTAIS)

Sertanejanews.com